sexta-feira, abril 29, 2011

Casas Antigas - III

CASA DA VINHA - Casa mandada construir por José Henriques, filho mais novo das gentes da Casa do Caneiro depois de ter vindo do Brasil por volta de 1910. A casa foi construída quando casou com Margarida da Conceição Jorge Coimbra dos Jorges e dos Coimbras da Moura Morta.
Casa da Vinha
Casa de agricultor com pátio interno com Alambique, Forno da Broa, Currais de bois, cabras, porcos, galinheiros e coelheiras.
Também como anexos existiam a Adega, Palheiro, Eira e Casa da Eira , casa do Azeite, casa das batatas e lojas das arcas de milho.

Também ligado à casa há um poço com boa profundidade que tinha um engenho que era tocado pelas juntas de bois e existe também uma Mina de agua na encosta do Vale de Cabeiro que era desta mina a agua que se consumia na casa.Nesta casa viveram os filhos e nasceram os netos de José Henriques.
Em 1950, o genro Américo Ferreira dos Santos manda reconstruir a casa, melhorando as suas condições .
Casa herdada por seu filho Álvaro . Casa sem ocupação e onde André Pereira tem feito ultimamente alguma agricultura e guardado os animais.
Os herdeiros estão na disponibilidade de a transaccionar.

CASA de MIRO - Casa recuperada de uns senhores do Torrozelo do inicio do Século XIX ( donos também das moendas). Foi Antonino Serra descendente da Casa do Caneiro que depois de ter vindo do Brasil adquiriu parte da casa que existia.
Casa de Miro
Reconstruiu a sua parte , criando também uma casa agrícola.
Casado com Felicidade da Conceição, e tiveram 2 filhos que faleceram muito novos com a doença da moda na altura. Casa com pátio interno, Adega, Palheiro Forno, Alambique e Currais para os animais.
A Casa da Eira e a Eira foram construídas em 1931 conforme uma inscrição que estava na parede (A.S.1931) que tinha um posicionamento diferente do actual. A eira foi cortada para a passagem do Ramal que foi construído em 1945, tendo sido adquirido parte do terreno à família de Rosa Lima para ter devida dimensão para os recolhimentos e seca dos milhos.
Casa da Eira e muro reconstruidos em 2002
Tem Poço com engenho para a tiragem de agua para a agricultura e consumo dos animais.
Após a morte dos seus dois filhos e da morte de Antonino Serra, a herdeira Felicidade da Conceição foi viver para casa da irmã na Casa da Vinha associando assim as propriedades e ficando na casa a viver os caseiros de então.

A casa foi reconstruida pelo actual proprietário em 1992
Passaram pela casa os caseiros, e nasceram parte dos seus filhos
- Artur Coelho e onde nasceu a Nazaré Coelho
- João "Levi"Ferreira e onde nasceram a Rita e a Lena
- Aurélio Santos e onde nasceram pelo menos a Bela e o João
- Luís Costa Santos onde nasceram o Filipe e o Rafael
A casa foi reconstruida e adaptada às novas exigências e novas vivências. Encontra-se ocasionalmente habitada pelos seus proprietários como casa de ferias e de fins de semana.

Etiquetas: , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home