segunda-feira, abril 25, 2011

25 de Abril em Vila Nova de Poiares


Num dia tão especial, senti-me obrigada a comparecer nas celebrações do 25 Abril na Câmara Municipal de V. N. Poiares, embora sinta que aqui, mais ou igual a tantos outros sítios a Liberdade de Abril ainda não chegou.
E, senti-me verdadeiramente envergonhada por ter ido, não porque fui insultada ou maltratada, como de costume. Não! Mas porque vi e ouvi (como muitos presencialmente ou pela rádio também ouviram) um discurso único do Sr. presidente que apenas e só, falou da sua perspectiva, das suas ideias e insultou (mais uma vez) a oposição desta terra.
Manipulando discurso, mentindo sobre o nosso trabalho ou o que dizemos e pensamos, procurando minar a opinião pública, referindo-se até às novas tecnologias que servem ("por essa garotagem" segundo ele) para enxovalhar e insultar o Presidente de forma anónima, nas suas palavras. Ora, aqui é sempre visível o meu nome e em nada é anónimo.
Mais, não me recordo de alguma vez ter usado a net para insultar ou enxovalhar, mas sim para procurar expressar a minha opinião, aquilo que me choca no funcionamento e nos números desta câmara, permitindo a discussão e a análise por todos quantos quiserem.. já que, as Assembleias e Sessões de Câmara são pouco assistidas e, quiçá porque os horários e dias não são os propícios para se poder assistir como já o lá referi. Se tal não é justo e democrático segundo o senhor Presidente, então alguém precisa estudar o que é Democracia. Choca-me que se use o dia da Liberdade, um dia onde se devia apelar ao cidadanismo, ao exercício da opinião e das ideias, do pensamento e da DEMOCRACIA, para simplesmente ter um discurso ditatorial e opressor (pois por respeito à cerimónia, aos protocolos e às pessoas, não poderia haver uso da palavra para discutir, explicar ou desmentir) e a fazer lembrar regimes que já não deveria existir nem sombra.
Triste. Senti-me triste enquanto Poiarense.
Porquanto, espero brevemente tornar-me mais activa na transparencia e na verdade, trazendo aqui ou num blog todas as nossas declarações de voto, todo o nosso trabalho e a nossa versão dos acontecimentos (já que as Actas, não transparecem se não aquilo que se pretende que o façam, embora com votos contra e com declarações). Pode ser que assim, mais pessoas pensem, mais pessoas reflictam sobre o que realmente se passa. E aí, concordo plenamente com as palavras do Sr. Presidente quando diz que é preciso, por respeito a quem nos eleje e aos cidadãos, trazer a VERDADE e a TRANSPARENCIA do que se passa nos orgãos que gerem o que é de TODOS, contra e a favor.

 Por: Carla Lima (Deputada Municipal)

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Mas parece que aquilo foi mesmo mau. Ou nem por isso ja que é habito haver insultos.
Alguem aqui ja disse que estas coisas estão no ADN e que não ha nada a fazer.

15:26:00  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home